Olá visitante Entrar
Olá visitante Entrar

COISAS QUE SUA DOR DEVE TE ENSINAR

por Junior Meireles sexta-feira, 29 de dezembro, 2017 122 Uncategorized

Fala galeraaaa… Júnior Meireles aqui para falar sobre um tema extremamente relevante. Quero falar sobre dores e feridas não compartilhadas. Já passou por isso? Carregou algo sozinho que não gostaria de contar pra ninguém ou que não poderia contar? Uma dor enorme que você nem mesmo saberia por onde começar a falar? É sobre isso que vamos conversar! 5 coisas que você precisa saber sobre sua dor. Partiu?
1. Proteja o seu coração: Vamos começar falando de prevenção de novas dores, beleza?
Existem dores que são desventuras da vida. Coisas para as quais não estávamos preparados e que nos pegaram de surpresa. Porém, muitas de nossas dores, são causadas por nós mesmos e por decisões tomadas de forma equivocadas. Sobre as dores que nos pegam de surpresa todos os outros tópicos servem para ela, mas esse aqui é especifico para aquelas dores que nós mesmo causamos.
Uma das coisas que sua dor precisa te ensinar é a não se machucar do mesmo jeito novamente. Lembro que quando eu era criança gostava de sentar no muro da lage lá de casa e uma vez quando fui subir no muro, ele desabou sobre mim, resultado? Fraturei a perna! O mais interessante é que passado um tempo, no impulso decidi subir no muro de novo, porém, quando coloquei a mão nele e fui fazer força para subir, me bateu uma sensação ruim, minha perna chegou a doer e logo desisti. O fato de eu ter me ferido naquele lugar me fez discernir a possibilidade de me ferir novamente.
De todas as dores da vida, as piores são as relacionadas a vida sentimental. Qual o termômetro? Minha perna e o meu coração. Minha perna doeu muito quando o muro caiu sobre ela, mas nem se compara as decepções e dores que sofri na vida sentimental. Não é difícil encontrar pessoas que foram feridas nessa área por ai. E talvez você seja uma dessas pessoas! Sei que o assunto é sério, mas costumo brincar que temos uma geração de “the walking dead’s” espalhada por ai, são pessoas que não guardaram o coração, entregaram ele para a pessoa errada, mergulharam fundo em amores rasos, foram feridas,  tiveram seus sonhos esfacelados, planos jogados pelo chão, estão vivas, mas convivem com dores terríveis.
Outro dia conversava com uma moça que me disse: “eu não tenho sorte, sempre me machuco na vida sentimental”, conversamos por um bom tempo… e foi tempo suficiente para perceber que ela estava em um ciclo vicioso e que a causa de suas feridas era que ela sempre cometia os mesmos erros. Ao fim de nossa conversa felei com ela: “Seu problema não é falta de sorte… é falta de discernimento para ouvir o grito de suas cicatrizes. E este é o problema da maioria das pessoas. Infelizmente, muita gente se machuca e sofre, mas continua insistindo em coisas que as fizeram sofrer. Elas lembram que deu ruim… mas voltam e repetem tudo do mesmo jeito. Não deveria ser assim! Precisamos aprender a ouvir o grito de nossas cicatrizes para não cometermos os mesmos erros e continuar nos ferindo.
2. Você não precisa ter medo ou vergonha de compartilhar sua dor: Quando meu sobrinho de sete anos faleceu por não resistir ao câncer, todos desabaram, choravam, brigavam com Deus e sabe quem teve que pousar de fortão? É, eu mesmo! Todos esperavam que eu segurasse a onda… e eu até segurei, mas houve um momento que pensei:  “Cara, ta todo mundo sofrendo, não se cobre tanto… não é sua obrigação carregar tudo nas costas, não é obrigação sua fazer com que todos fiquem bem. Não adianta desabar aos poucos pra sustentar os outros em pé. Não é egoísmo pensar um pouco em você”. Nossa! Foi a partir desse momento que comecei a ser curado

3. Se existiu alguém para te ferir… existe alguém para curar:

 4. As dores passam, tudo passa:
5. Deus pode te curar: “Ele cura os que têm o coração partido e trata dos seus ferimentos”
(Salmos 147:3)

 

6. Sua dor precisa te tornar solidário: Só de olharmos as pessoas, não percebemos em seu corpo físico “todos” os traumas, as quedas, os medos e suas feridas. As feridas mais profundas e dolorosas podem até ser refletidas no físico, mas a maioria não, a maior parte de nossas marcas estão ocultas, guardadas em cofres no coração.

As pessoas se mostram fortes por fora, passam uma boa maquiagem no rosto, inventam um sorriso, colocam óculos escuros, e fingem que nada esta acontecendo, porém por dentro existe uma alma pálida, sem brilho, quase sem vida, algumas pessoas investem pesado na estética, vivemos em uma geração que decretou a falência do feio, só é feio quem não se cuida. Porém, estamos cada vez mais lindos por fora, e em alguns caso feios por dentro.

Não é difícil encontrarmos pessoas morrendo nas ruas, mas quando perguntamos: “Ei, como vai?” Elas sempre respondem: “Tudo bem, melhor impossível!” Você pode ter seus motivos para fingir estar bem diante dos outros, contudo, você não precisa e nunca vai conseguir se esconder de Deus. Ele te conhece perfeitamente, por mais que você tenha êxito em fingir para os outros estar bem, Deus sabe exatamente como está seu coração. E uma boa noticia, Ele pode e quer curar seu coração: Ore, conte sobre suas feriadas guardadas e permita que Ele opere a cura.

Deus te abençoe rica e abundantemente,