Olá visitante Entrar
Olá visitante Entrar

RELACIONAMENTOS QUE CUSTAM CARO DEMAIS!

por Junior Meireles terça-feira, 16 de janeiro, 2018 11269 ARTIGOS, NAMORADOS, SOLTEIROS

Fala galeraaaa… Júnior Meireles aqui e hoje quero conversar com você sobre uma realidade nua e crua da vida: existe um preço a ser pago em tudo o que fazemos ou como diria Newton: “toda ação tem uma reação”. Você já parou para pensar no quanto um relacionamento fora da vontade de Deus pode custar caro? 

Antes de irmos ao assunto de hoje quero recomendar para você a leitura do nosso livro Deus une propósitos nele abordamos a importância de descobrir o propósito de nossas vidas antes de iniciar um relacionamento. O melhor é que enviamos com frete grátis para todo Brasil. Vale muito a pena conferir. Para ir a página do livro é só clicar aqui.

__________________________

Você já ouviu falar sobre o café do Jacu? Esse é o café brasileiro que está entre os mais caros e conceituados cafés do mundo. Eu gosto muito de café e sempre ouvi amigos que também gostam de café dizendo que este era o melhor café que tomaram em toda a vida. De tanto ouvir as pessoas falando sobre o tal café do jacu, fui procura-lo e descobri que uma xícara de 50 ml desse café custa em média R$ 100,00 e o pior, ele é obtido a partir das fezes de um pássaro chamado Jacu.

Posso falar a verdade? Perdi a vontade de tomar o café! Não que eu seja “mão de vaca”, mas é que o preço é alto demais para pouca coisa. Não importa o quão bom seja o café, existem coisas mais importantes para fazer com R$ 100,00. Desisti do café por entender que não valeria a pena pagar tal preço.

Quem me dera se todos os jovens entendessem que nem sempre vale a pena pagar certos preços por determinadas coisas.

Vivemos em uma sociedade que ensina que a vida consiste na busca pela felicidade, que o que importa mesmo é ser feliz e que se algo nos faz feliz devemos fazê-lo independente de qualquer coisa. Por isso, ao contrário de mim que ponderei o custo do café em detrimento da pequena dose, muitos vivem em busca de satisfação e estão dispostos a pagar o preço que for necessário para alcançar um pouco de prazer. O problema é que aqueles que acreditam que o sentido da vida é a busca pela felicidade. Frequentemente, se veem pagando preços altíssimos por pequenas doses de prazer.

Pagam caro demais por pouca coisa!

Foi o que aconteceu com Daniel. Ele era um dos músicos mais disciplinados que conheci. Muito comprometido com o estudo. Pontual nos ensaios da igreja. Mantinha uma busca intensa por Deus e era um exemplo para os outros jovens. Isso até o dia que conheceu uma moça que se chamava Dalila. Sério! O nome da moça era Dalila mesmo.

Essa moça ficava se insinuando para ele. Jogando charme. Se aproximando. Mandando recados. Querendo conversar nas redes sociais. E até no culto ela foi. Ele me procurou falando que havia feito um voto com Deus sobre namorar apenas a mulher com quem se casaria, mas que essa moça estava mexendo muito com ele e que estava muito difícil segurar a barra.

Oramos, mostrei pra ele que aquele relacionamento não vinha de Deus, que ele tinha muito a perder e que pelo histórico da moça, ele seria mais um na vida dela. Ele pareceu entender que o preço era alto demais. Mas só pareceu!

Alguns minutos depois ele voltou na minha sala e disse: — Não deu, ela ficou na minha cola e eu decidi dar uma chance a ela.

Olhei nos olhos dele e disse: — Você sabe que isso vai te custar caro não é?

Muito constrangido ele respondeu: — Sei sim! Sei que estou colocando em jogo minha vida com Deus, que não poderei continuar no altar adorando a Deus e que posso ser mais um na vida dela, mas não vai acontecer comigo, vou trazê-la para igreja e em breve terei tudo de volta.

Olhei fixamente nos olhos dele e perguntei: — Você tem certeza do que está fazendo?

Ele respondeu que sim e eu disse: — se precisar de mim estou aqui.

Ele ainda foi em dois cultos de domingo para mostrar que tudo estava sob controle, porém, a moça não o acompanhava. Ele tentou continuar, mas ela o convenceu a sair com ela aos domingos. Aos poucos vi Daniel trocando o culto pelo barzinho. E depois o altar pelo palco. Ele se perdeu! Em menos de um mês começou a beber, fumar, se drogava e a fama de bom músico foi levando ele cada vez mais alto, tocava nos melhores barzinhos da cidade, porém, quando mais deslanchava com músico de barzinho mais se afastava de Deus.

Tudo isso em um mês!

Sabe como a coisa acabou? Acabou quando Dalila morreu. Sabe como ela morreu? Em um assalto ao motel em que ela traia Daniel com o “melhor amigo” dele. Vale frisar que ele usou o termo “melhor amigo” para uma pessoa que conhecia há um mês. De volta a minha sala, bêbado, com um cheiro terrível de cigarro e fazendo uso continuo de drogas, ele procurou ajuda, pois agora, entendeu que havia pago um preço alto demais por pouca coisa.

A história do Daniel pode parecer distante demais para você, afinal, nem todo mundo que abandona o altar por um relacionamento acaba com a morte da namorada num motel com o “melhor amigo”.

Realmente, o caso de Daniel demonstra um preço alto demais.

Porém, com frequência atendo jovens que deixaram a casa de Deus por um relacionamento e eles chegam à conclusão de que o preço que pagaram também foi alto demais. Eles se desviaram, perderam a confiança dos pais, dos lideres, se afastaram dos amigos da igreja, adquiriram vícios, foram traídos, abandonados e agora não sabem como refazer o caminho de volta. Estão constrangidos e com medo de não serem aceitos.

O desejo por um relacionamento é sadio, mas definitivamente: não vale a pena começar ou manter um relacionamento a todo custo.

Existem preços altos demais.

Hoje eu oro, para que você não seja imprudente como Daniel, que saiba ponderar o preço de suas escolhas e que não pense que com você será diferente. Foi pensando que “comigo não vai acontecer” que Daniel se perdeu. E apesar de todas as minhas tentativas de ajudar… Daniel ainda não se recuperou! Mudei de cidade e não nos vemos tanto quanto antes, mas tenho noticias de que vez ou outra ele aparece na igreja, mas que ainda não consegue ficar firme.

Sabe-se lá se algum dia voltará a ser quem foi. Se poderá subir no altar novamente. Se desfrutará de um relacionamento intimo com Deus ou se poderá ser apontado como um exemplo para os jovens. Felizmente ele ainda está vivo e tudo pode mudar. Contudo, ainda conheço jovens que pagaram com a própria vida por entrarem em relacionamentos fora da vontade de Deus, que os pais não aprovavam e por terem abandonado a igreja.

Não seja o próximo: “Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia”. [1 Coríntios 10:12].

Espero que este artigo tenha te acrescentado algo… se ajudou… role para baixo e deixe um comentário para nós.  Ahhh e não se esqueça… quando você compartilha textos como este você ajuda as pessoas a conhecerem a cultura do Reino de Deus para relacionamentos. Vamos transformar o mundo juntos… compartilhe!

_______________________________

SUGESTÃO:

Conheça os livros: escritos pelo autor deste texto. Temos certeza que você será muito edificado, para ir até os livros clique no nome deles:

 CRÉDITOS IMAGEM: PEXELS