Pare De Ficar Ameaçando Terminar Seu Namoro

Uma coisa comum que acontece em alguns namoros (mas que não deveria acontecer) é um dos envolvidos ou os dois, ficarem ameaçando terminar o namoro ou até mesmo tomarem a decisão de terminar de cabeça quente. Existem relacionamentos que após qualquer briguinha um diz pro outro: “me cansei”, “estou fora”, “acabou”, “você não muda e por isso, não dá para continuar” e etc. Após terem dito essas coisas, vão embora certos de que serão capazes de cumprir o que disseram e que nunca mais procurarão o parceiro. Porém, ainda durante o trajeto da volta para casa ou quando colocam a cabeça no travesseiro, a consciência pesa, a cabeça esfria, eles se dão conta da bobagem que fizeram e começam as mensagens com justificativas, desculpas e pedidos para voltar.
Isso já aconteceu com você?
Já esteve em um relacionamento onde sempre que algo irrita o outro ele diz que vai terminar?
Você é assim?
Não sabe lidar com os problemas do relacionamento e acredita que ameaçar terminar vai resolver tais problemas?
 
Neste artigo quero fazer algumas observações sobre o quão errado pode ser tomar a decisão de terminar o namoro de cabeça quente ou ficar ameaçando terminar sempre que rola uma briguinha.
 

Tudo Bem Você Não Estar Satisfeito Com Tudo O Que Acontece No Namoro

 
Namoro é a relação entre duas pessoas e é comum que em algum momento uma pessoa faça algo que a outra não goste. É comum também que um dos envolvidos acabe tendo comportamentos repetitivos que causam estresse no parceiro. Não concordar com tudo o que seu parceiro faz é direito seu, porém, você não deve ficar ameaçando terminar ou mesmo terminando com por causa desses comportamentos e voltando.

Uma Hora Isso Não Cola Mais

 
Se você terminar e voltar sempre que ele ou ela fizer algo errado, vai chegar uma hora que isso não vai colar mais, é igual papo de mãe com filho quando vão sair de casa, já viu? A mãe diz pro filho: “menino, nós vamos sair, mas se você me irritar quando chegar em casa a gente acerta”, o menino sai irrita a mãe e quando chega em casa… nada. Como ele percebe que ela só faz promessas e não cumpre, acaba não percebendo um motivo real de perigo para mudar. Se isso acontecer no seu namoro e a pessoa perceber que você não é capaz de tomar uma atitude e sustentá-la… ai vai dar ruim, ela vai deitar e rolar.

Ficar Falando Em Terminar O Namoro Pode Levar O Outro A Tomar A Decisão De Terminar De Vez

 
Imagine você convivendo com alguém que sempre que fica chateado pensa em te abandonar. Conviver com a possibilidade de ser deixado a qualquer momento pode nos levar a tomar a decisão (consciente e sábia) de não seguir em frente. Esse termina e volta causa desgaste, desconfiança e insegurança.

O Maior Problema É A Insegurança

 
Conforme dito anteriormente, esse tipo de atitude gera insegurança. Afinal o parceiro de alguém que termina e volta, volta e termina vai questionar: “ele está comigo ou não?”, “até que ponto estamos juntos?”, “e se a gente se casar, será que isso vai continuar acontecendo?” e etc. Esse tipo de atitude paralisa o crescimento do relacionamento e faz com que os envolvidos tenham medo de seguir em direção ao casamento.

Demonstra Infantilidade

Agir de cabeça quente não é nada prudente. Duvido que exista alguém em algum lugar do planeta que tenha tomado uma decisão de cabeça quente em algum momento e não tenha se arrependido. Arrepender dos nossos erros é um direito que nos foi dado por Deus. Mas não existe arrependimento sem mudança. O melhor pedido de desculpas é a mudança. E quem fica agindo do mesmo modo sempre que um problema ocorre – isto é, ameaçando terminar o namoro ou terminando – e logo após se arrepende e pede desculpas, está dando uma demonstração de infantilidade e de instabilidade emocional. A pessoa não sabe agir diante de situações que lhe tiram a calma.
O problema é que tanto quanto temos o direito de nos arrepender dos nossos erros, os outros também têm este direito e vai que ele ou ela reconheça que foi um erro se relacionar conosco e decida terminar de vez o relacionamento por causa da infantilidade?

Conclusão

 
Pensar em terminar uma vez até vai, afinal, todo relacionamento tem problemas e nem sempre estamos em um dia muito bom, mas fazer isto sempre que algo que nos desagrada acontece não é nada prudente. Se os comportamentos dele ou dela não te agradam, converse, exija mudanças, dê uma chance, se as mudanças não acontecerem e você perceber que não será capaz de conviver com esses erros que te irritam, pense cuidadosamente e só tome a decisão de terminar o namoro quando for capaz de sustentá-la.
 

Júnior Meireles

Júnior Meireles

Júnior Meireles é casado com Michele Meireles, pai da Isabela e do Heitor, criador da mobilização nacional NAMORO COM PROPÓSITO, bacharel em teologia, escritor de nove livros para solteiros, namorados e noivos e atua como conselheiro de jovens desde o ano de 2007.

Gostou? Compartilhe:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe seu comentário:

Artigos Relacionados: